Federação de Clubes de VW do BR

- 
Confira como será a FCVWB...
“De que servirá uma Federação de Clubes de VW?”

Essa mesma pergunta certamente ocorreu a inúmeros clubes de veículos antigos na época da criação de outras Federações aqui e no exterior.  

Amigos Fuscamaniacos e Clubes amantes de demais veículos VW antigos, a idéia da criação da FCVWB tem como objetivo principal a criação de uma entidade sem fins lucrativos, que não pretende cobrar mensalidades das Entidades participantes e que irá respeitar plenamente a soberania de cada entidade participante. 

A FCVWB será a “União de Clubes de VW Antigos” e, com a força de nossa união, poderemos ter “vez e voz” perante os órgãos públicos que por muitas vezes nos ignoram, por sermos Clubes ou Agremiações espalhadas pelo nosso querido Brasil, portanto com uma representatividade geralmente mais reduzida.  

Os assuntos propostos à Federação serão decididos por maioria simples, entre os representantes regionais participantes.  

Estamos apresentando alguns aspectos básicos, mas há muitos detalhes operacionais que estão sendo trabalhados pela equipe que está formatando a Federação, e em seu tempo certo a proposta consolidada será apresentada aos interessados.  

Juntos teremos representatividade e faremos uso dela, para amparar e representar as Entidades participantes com a força e união de todos que comporão a Federação em sua primeira fase e novos que certamente virão, nas esferas Municipais, Estaduais e Federais de sua região, em como no contexto do Antigomobilismo Nacional e Internacional. 

“Somos mais fortes quando Estamos unidos”

Algumas idéias sobre a união de clubes brasileiros dedicados ao VW antigo

Conforme comentado na matéria sobre o Dia Mundial do Fusca de 2012
 (http://www.maxicar.com.br/old/gromow/1288035colunista_gromow_0312.asp), a união demonstrada na formação do Selo de Comemoração Conjunta, reproduzido acima, deixou entender que no Brasil pode estar se aproximando a oportunidade da criação de uma entidade guarda-chuva para acolher todos os clubes dedicados a VW clássicos do Brasil. O primeiro passo nos trabalhos ora iniciados é o levantamento dos Clubes, associações, grupos dedicados ao VW Antigo no Brasil, em primeira linha veículos empurrados pelo motor VW Boxer refrigerado a ar, que está sendo realizado confirme descrito acima.

Sugestão de logo para a Federação de Clubes de VW do Brasil, elaborada pelo Juliano Dalla Rosa,
do Clube do Fusca de Poços de Caldas/MG


Não se pretende criar uma federação nos moldes da FBVA, tampouco se pretende disputar espaço ou fazer concorrência, mesmo porque as bases de trabalho, a guisa dos que ocorre na Colômbia, serão, caso o estudo que está sendo feito demonstrar a viabilidade de uma Federação Brasileira de Veículos VW Antigos, as mais leves e descomplicadas possíveis. A meta é a motivação, o apoio mútuo, a participação, a força em reivindicações em nome do grupo e assim por diante, sempre visando o coletivo e a manutenção dos carros e de suas histórias.

O caminho ainda poderá ser longo, mas agora falando no singular, entendo que seria ideal fugir de longos estatutos e evitar cobranças de taxas compulsórias, eventuais despesas seriam cobertas por rateio contra a apresentação de comprovação de gastos. Vejo a gestão como sendo democrática (50% +1) dos membros votantes, e, novamente dependendo do presente levantamento, os membros votantes poderiam ser representantes regionais (os clubes seriam agrupados em regiões que teriam sua representatividade proporcional - semelhante ao sistema de votos distritais – o Brasil é muito grande e gente demais votando só causaria ruído na decisão – sem um ganho significativo na qualidade das decisões).
Vejo um colegiado formado por estes membros votantes (que representariam e votariam em nome dos clubes de suas respectivas regiões – que tratariam dos assuntos em discussão antes da votação dos representantes) e um Secretário Geral (como existem em alguns órgãos da ONU) - o que tornaria desnecessário serem eleitas figuras como presidentes, vice-presidentes, etc. Porém é claro que definições de base deverão ser tomadas consensualmente entre os eventuais fundadores da Federação.

A esta altura se pode dizer que rotular a pesquisa de clubes com o título “Federação de Clubes VW” deve ter causado muitas dúvidas entre os envolvidos. Em minhas comunicações eu estou dando ênfase à pesquisa em si, deixando a questão da federação para um momento posterior. Mesmo porque ainda não se chegou ao ponto de definir um perfil mínimo para que um dado clube ou associação possa fazer parte da futura federação, pois se entende que a adesão à federação de um destes clubes/grupos não será “automática” depois de ter participado da pesquisa.

Como já comentado por alguns colegas, em algum momento terá que ser realizada uma reunião presencial na qual serão alinhavadas as bases de uma futura federação. Reuniões virtuais em grupo, trocas de e-mails e o estabelecimento de um grupo fechado para discutir o assunto certamente serão necessárias para instruir os trabalhos.

Na América do Sul temos 3 federações estabelecidas (Colômbia – que foi a primeira liderada pelo amigo Kike Llamas, Venezuela e Equador) e uma quarta foi lançada em junho (Peru) e está em consolidação. Estes formam uma Confederação Andina de Clubes de Fusca. Na Argentina o assunto já está em discussão há algum tempo. Na América do Norte, especificamente no México, também existe uma federação. Estamos procurando estabelecer contato.

No Brasil temos uma entidade que, apesar de ter o nome de clube, age como uma federação, trata-se da ACFuscasRS - Associação de Clubes de Fuscas e Derivados do Rio Grande do Sul, entidade que coordena as atividades de clubes gaúchos afiliados, estabelecendo, dentre outros, um cronograma anual de eventos coordenado em várias reuniões com a participação de todos os envolvidos. O estudo deste case pode dar idéias para a futura federação brasileira...

As discussões sobre este assunto estão abertas e por enquanto comentários sobre o assunto podem ser enviado para o e-mail fuscabrasil@hotmail.com.